Dra. Carolina Oliboni

NUTRICIONISTA CRN 21790

Acredito que a alimentação representa muito mais do que o ato de nutrir o corpo físico com tudo o que ele precisa – o que é fundamental – mas uma alimentação rica em alimentos mais naturais e com energia vital pode ajudar a sutilizar a energia dos nossos outros corpos: mental, emocional, espiritual e trazer mais equilíbrio ao nosso ser… e mudanças na alimentação, na verdade, refletem como estamos abertos para a vida, dispostos a quebrar paradigmas, à medida em que nos dispomos a experimentar, a abandonar crenças ultrapassadas e a saborear o que é desconhecido. A maneira como encaramos a alimentação é a mesma com que agimos na vida. Portanto, flexibilidade, abertura ao novo e desapego ao que não serve mais é essencial para mudança de hábitos e de estilo de vida bem-sucedida, bem como para a nossa evolução como um todo.

DRA CAROLINA OLIBONI
DRA CAROLINA OLIBONINutricionista CRN 21790

FORMAÇÃO

Nutricionista (Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo – USP)

Mestre em Ciências (Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo – USP)

Capacitação em avaliação metabólica do onívoro ao vegetariano com ênfase em interpretação de exames laboratoriais (Centro de Ensino do Metabolismo Dr Eric Slywitch)

Especialização em Nutrição nos Transtornos Alimentares (AMBULIM – Ipq – HCFMUSP)

Especialização em Nutrição nas Doenças crônicas (Hospital Albert Einstein)

Ex-membro do AMBULIM (Ambulatório de Bulimia e Transtornos Alimentares do Hospital das Clínicas – FMUSP)

Cursos complementares

Nutrição Vegetariana: atendimento na prática clínica e esportiva, ministrado pela Dra. Paula Gandin, 2016

I Curso de Aconselhamento Nutricional – Ambulatório de Transtornos Alimentares (AMBULIM) do Instituto de Psiquiatria (Ipq – HC-FMUSP), 2011

III Curso de Abordagens Nutricionais Inovadoras no Tratamento da Obesidade e da Compulsão Alimentar pelo Programa de Transtornos Alimentares (AMBULIM) do IPq – HC-FMUSP, 2010.

Artigos publicados em periódicos científicos

Atitudes alimentares e para com o ganho de peso e satisfação corporal de gestantes adolescentes. Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia (2015).

Adaptação transcultural da Escala de Atitudes em relação ao Ganho de Peso na Gestação. Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia (2014).

Como funcionam as consultas?

O atendimento é individual e voltado para atender às suas necessidades e objetivos. O que está incluso:

Cada consulta inclui a avaliação com Bioimpedância (equipamento InBody370 no consultório do Tatuapé) para medir massa muscular/percentual de gordura e outros parâmetros e/ou avaliação através de dobras cutâneas e circunferências.

Você sabia que através da correta interpretação de exames bioquímicos é possível fazer uma análise completa do seu metabolismo e saber se a ingestão de carboidratos, proteínas, gorduras, por exemplo, está adequada ou se precisa de ajustes na dieta, bem como se estão faltando vitaminas, minerais, hormônios etc.?

Esta avaliação é muito importante e permite um planejamento alimentar individualizado e focado nas necessidades do seu corpo, bem como uma suplementação mais precisa.

Os exames são solicitados na consulta.

Após a avaliação completa do seu histórico de saúde, preferências, relacionamento com corpo, peso, comida, objetivos, rotina etc., seu Plano Alimentar é elaborado e orientado, dentro de uma proposta possível e prática para seu dia a dia, com ênfase também em “como” comer e não apenas em “o que” comer.

Enquanto coloca em prática as orientações recebidas até a próxima consulta de seguimento, você pode tirar suas dúvidas pelo aplicativo, para que possíveis dificuldades sejam contornadas.

Consultas de seguimento

São essenciais porque é nelas que vamos checar sua evolução: refazer a avaliação corporal, avaliar como foi sua adaptação, o que colocou em prática para que ajustes sejam feitos no Plano Alimentar de forma mais focada naquilo que ainda pode ser um desafio na mudança de hábito.